Show dos Raimundos

Show dos Raimundos

Contos Eróticos

Show dos Raimundos

Tudo aconteceu quando topei ir com ela à um show dos Raimundos, que teve aqui na minha cidade.

Depois de ter convencido minha mãe, combinei com a  Jaqueline dela me buscar em minha casa às oito horas da noite.

Pois bem, com tudo já acertado, fui ao banheiro tomar um banho, lavar o cabelo e começar a me arrumar para ir ao show. Depois do banho, sai do banheiro enrolada numa toalha e segui até o meu quarto para vestir a minha roupa.

Vesti uma calcinha fio dental rosa, coloquei uma calça jeans azul marinho, uma blusinha decotada bem apertadinha com um decote bem generoso que valorizava meus seios e por último calcei os meus tênis.

Fiquei aguardando pela Jaqueline, que chegou exatamente no horário marcado. Quando ela chegou, parou seu carro próximo à minha casa e depois buzinou seu carro avisando que já tinha chegado para me buscar.

Despedi-me da mãe com um beijo, que por sua vez me disse: 

– Juízo hein, menina.

– Esta bem, mãe. Tchau!

E fui para o show com minha amiga, que estava usando uma calça jeans preta super apertada realçando a silhueta, um tênis all star preto e uma blusinha decotada também preta.

Chegando ao lugar do show dos Raimundos, tivemos um pouco de dificuldades para encontrar uma vaga para estacionar o carro, haviam muitas pessoas, mas assim que encontramos, seguimos para curtir o evento.

Eles iniciaram o show com a música, “quero ver o oco”

Logo quando a música começou a tocar, Jaqueline pulou, gritou e também deu um show à parte. Bem, eu também fiquei ali me divertindo, apreciando e me encantando com a beleza da minha amiga.

Nossa! Como ela era sexy. Cheguei até morder meu lábio inferior, imaginando o quanto ela ficaria gostosa nua 🔥

O show terminou e saímos abraçadas.

Jaqueline muito eufórica, gritando, pulando e esbanjando alegria.

Enfim, chegamos no carro e fomos embora para casa dela. Quando chegamos, a Jaqueline nem quis colocar o carro na garagem e o deixou no quintal mesmo. Logo depois disso, entramos em casa e foi quando ela disse:

– Ai Beatriz, tô com tanto calor!!!!

– Também do jeito que você pulou...

– Beatriz, você se importa se eu tirar a roupa?

– Hmmm, não! Por mim tudo bem.

Então, ela começou a se despir e logo ficou nua. Nossa! Senti meu coração acelerar de excitação... quando visualizei ela na minha frente completamente nua!!!!! Aqueles seios fartos e aquela buceta linda.

Não resisti e fiquei secando tanto ela com o olhar, que ela pode perceber que eu a estava olhando de um jeito diferente. Logo, ela me perguntou:

– O que foi, Beatriz. Nunca viu não?

– Não é nada.

– Também estou com calor. Você se importa se eu tirar a minha roupa também?

– Mas é claro que não, Bia, pode ficar de boa.

E assim, ficamos as duas completamente nuas, com as bucetas amostra. Neste momento, senti que Jaqueline também me olhou com segundas intenções.

Então, aproveitei a deixa… Apesar de nunca ter vivido uma experiência igual, o tesão estava me consumindo. 

 Perguntei para Jaqueline se ela achava minha buceta bonitinha. E ela me respondeu que ela era linda, então perguntei para ela:

– Você quer passar a mão ?

Logo depois de eu fazer essa pergunta, Jaqueline se aproximou de mim e com sua mão direita começou a fazer carícias em minha bucetinha. Então, neste momento começamos a nos beijar, que gostoso nossas línguas se tocando em meio aquele beijo ardente. Depois ela foi me beijando pelo pescoço e descendo até chegar em meus seios.

Foi percorrendo meu corpo e me chupando, me beijando e intercalando esses carinhos…. Socorro, eu ia explodir de tesão!!!!!

– Ai…. que delícia! Você está me deixando molhadinha!

Logo após eu dizer isso, ela me pegou pela mão e levou-me até seu quarto. Quando entramos, Jaqueline me beijou novamente. Eu a abracei, enquanto ela deslizava minha mão sobre seu corpo macio e gostoso.

Depois, ela me segurou pelos braços e me jogou deitada na sua cama. Mandou-me abrir as pernas para que ela chupasse minha bucetinha que estava completamente molhada de excitação por ela.

Quando abri minhas pernas, ela caiu de boca, chupando de um jeito insano. Mas que delícia!!!!! Não pude suportar e comecei a gemer….

– Ai, que gostoso! Me chupa desse jeito e não para!! Por favor…

Em seguida, ela sentou-se na cama, abriu suas pernas e começou a fazer uma tesoura comigo. Ela segurava em minha perna e esfregava sua buceta gostosinha na minha.

 

Nossas bucetas ficaram ali por alguns minutos, destilando seu melzinho uma na outra, mas que delícia era sentir aquilo...

Depois, ela sussurrou em meu ouvido de um jeito sensual para que eu chupasse seu cu.

Logo após esse pedido, coloquei minhas mãos em sua bunda e abri as bandas, deixando seu cuzinho exposto e passando com minha língua sobre ele.

Jaqueline, quando sentiu minha língua tocar seu cuzinho, se arrepiou toda e começou a gemer:

–Isso safada! Gostosa! Isso, assim, vai gostosinho!!!!!!

Quando ela começou a falar essas coisas, fiquei tão excitada e enfiei meu dedo do meio no cuzinho dela. Quando meu dedo penetrou seu rabo, senti que sua buceta umedeceu.

Então, comecei a chupar ela, enquanto, comia seu cuzinho com meu dedo. Ai que delícia!!

Naquela noite tivemos muitos orgasmos e demos prazer uma para outra!

Esse dia foi inesquecível. Foi a minha primeira vez com uma mulher e até hoje quando relembro, sinto arrepios..."

Foto capa: @wefeast.life

Deixe um comentário

Liquid error: Could not find asset snippets/hulkappsWishlistPopup.liquid
Carregando Ambiente Seguro
Carregando Ambiente Seguro