Suruba e troca de casais

Suruba e troca de casais

Contos Eróticos

Suruba e troca de casais

Julho, em uma noite de sexta, a noite estava quente e eu sozinha em casa. Tinha acabado de chegar do trabalho e estava no tédio com meu cachorrinho, até que meu telefone tocou e era meu contatinho do momento. O Matheus tinha 25 anos, conhecia ele desde que eu tinha 12 anos, mas demos o nosso primeiro beijo recentemente.

Na adolescência, ele nunca tinha me chamado atenção, mas depois de adulto, mudou bastante, ficou com os traços mais marcados e com um charme irresistível. Ele morava em um apartamento bem decorado sozinho e tinha um cargo importante no banco... Eu simplesmente amooo um homem com uma vida adulta e cheia de responsabilidades, isso me dá um super tesão! 🤤

Mas voltando a fofoca, ele me telefonou e disse “Oi Ju, hoje tem a live do Belo e vou fazer uma noite de pizza e Gin aqui, vem uns vizinhos. Estou indo te buscar em 1 hora”

Noooossa, ele salvou a minha noite!! Nada melhor que interagir com mais pessoas bebendo um gin, naquela noite despretenciosa de sexta-feira.

Chegou o horário e ele já estava no meu portão, me esperando. Ele morava no mesmo bairro que eu, então o apartamento dele era mega perto da minha casa. Cheguei lá, já estava o casal de vizinhos nos esperando para começarmos a tomar nossos drinks.

A Rafaela e o Pedro eram uns amores, não eram namorados, mas como moravam no mesmo prédio, ficavam direto, porém, sem compromisso nenhum.

O Matheus morava em uma cobertura, estávamos na parte da piscina conversando, até que Matheus e Pedro se sentaram ao meu lado. Ficamos de conversa afiada, enquanto a Rafa esquentava a pizza para a gente na cozinha no andar de baixo.

 O Matheus por me conhecer desde criança, já tinha uma puta intimidade e soltou meio bêbado “Vamos esquentar essa noite meu bem, o que você acha de todos nós irmos pro quarto?”.

 Na hora eu achei uma loucura e olha que não sou nenhuma santa kkkkkk Mas não curti muito a ideia...

Bebemos alguns muitos drinks e jogamos bastante conversa fora, Quando já eram umas 4 da manhã e todos nós estávamos bêbados de gin, eu e a Rafa começamos a flertar e trocar algumas indiretas de desejo uma pra outra, nos demos muito bem desde o início.

Comentei com ela que os meninos queriam uma troca de casal e ela disse que adoraria, se a troca fosse por mim... na hora me subiu um calor e instantaneamente fiquei louca de tesão... mas rimos e desconversarmos...

Por fim, eram 5h da manhã, os garotos estavam no sofá moooortos de sono... eu e Rafa ainda estávamos na ativa, na fofoca e no flerte na sala.

Ela virou pra mim e disse “Vamos sair da sala e deixar eles aqui, lá no quarto tem ar condicionado, talvez a gente consiga dormir lá” e deu uma risada safada....

Nos deitamos, soltando algumas risadas e nos encarando fixamente... logo que deitamos a tensão sexual aumentou, era um esfrega pé dali e de lá…

E quando vi já estávamos nos beijando, nos tocando selvagemente...Comecei passando a mão nos seus peitos, ela apertando a minha bunda e aquela pegação gostosa…. Ela disse no meu ouvido que nunca tinha transado com uma mulher...

Eu já tinha tido algumas relações com mulheres e comecei a conduzir o ritmo. Tocando-a com delicadeza, pude sentir ela totalmente molhada derretendo nos meus dedos, senti ela tremendo e me olhando com uma cara de tesão... comecei a chupá-la... ela me chupou e ficamos ali nos divertindo e nos dando prazer...quando ela sugeriu: “ Bora lá chamar os meninos 🥵.”

Ambas colocamos as calcinhas e fomos correndo para a sala chamar os meninos para nossa brincadeira safada...eles acordaram sonolentos, sem entender nada...

Ficamos beijando-os e os chamando para o quarto. Foi quando eles entenderam a situação. No sofá mesmo, o meu ficante, Matheus... me beijou, beijou a Rafa e começou a chupá-la, tirando a sua calcinha e deixando a totalmente nua. Fui participar e comecei a beijá-la no cangote e logo depois começamos a nos beijar...

Parei por um momento e olhei o Pedro nos olhando, chamei-o com um gesto e ele veio em questão de segundos... Primeiro demos um beijo triplo, enquanto o Matheus ainda chupava a Rafa e dava gemidos de tesão... logo o Pedro se inspirou e começou a me chupar deliciosamente...

Estávamos todos loucos de tesão e não sei quem puxou... mas fomos a caminho do quarto. A cama do Matheus era daquelas bem grandes.

Eu e a Rafa, que já tínhamos estado ali, fizemos as honras e começamos a nos beijar e nos chupar insaciavelmente...

Logo os meninos se juntaram a nós e o Pedro veio na minha direção continuar o que havíamos começado na sala. Que chupada deliciosa ele tinha... Socorroooo!

Olhei pro lado e a Rafa e o Matheus começaram a se pegar ferozmente, ele começou a comê-la firmemente, dava para sentir pelo balançar da cama, ela cavalgando no pau dele, enquanto ele soltava gemidos de um jeito gostoso.

Ele era bruto na cama e deva para sentir que eles estavam em sintonia e ela amando. A cada tapa que ela dava na bunda dela, ela soltava gemidos pedindo mais...

Nesse meio tempo, o Pedro começou a chupar todo meu corpo.

Ele parou de me chupar com aquela língua molhada, quente e macia e veio me comer no papai e mamãe. O Pedro era o oposto do Matheus, dava para sentir que ele gostava de comer uma mulher mais lentamente, mas ainda sim metendo bem gostoso, sem muita brutalidade e meio sem pressa pro mundo... eu estava amando isso.

O pau dele não era grandes coisas, mas era uma delícia, eu estava tão ensopada de tesão que ficava ainda mais gostosa a penetração.

A Rafa ficou de quatro pro Matheus e o Pedro disse que me queria de 4 também. Nossa.. fomos na lua e voltamos!!!

Eles por trás nos comendo com gosto e nós duas nos beijando de 4 e nos olhando fixamente.

Ficamos a manhã toda transando, nos divertindo e por fim o Pedro e a Rafaela cansaram e foram tomar banho.

Nesse momento, Matheus tirou a camisinha, colocou outra e me disse “Você se divertiu horrores com o Pedro, tu gozou?”

E eu disse “Quase gozei, mas não cheguei lá” foi ai que ele deitou e me chamou pro lado dele, já nos conhecíamos e sabíamos como fazer para nos satisfazer...comecei a cavalgar no pau dele com gosto, ele puxando meu cabelo, beijava meu pescoço, perguntando como eu queria e me comendo com gosto.

Até que eu não aguentei e cheguei no meu orgasmo. Linda e plena, urrei com vontade no ouvido dele, enquanto ele ria com aquela cara de gostoso safado.  

Nesse momento, nossa energia se esgotou, relaxamos na cama e logo em seguida, fomos tomar banho para descansarmos.

E essa foi a história da minha primeira suruba misturada com troca de casais, foi uma delícia, sem combinar nada e de um jeito natural que agradou a todos!

Faria de novo, e de novo, e de novo... porque a vida é uma só 🥳

Foto capa: @lakeflora

Deixe um comentário

Liquid error: Could not find asset snippets/hulkappsWishlistPopup.liquid
Carregando Ambiente Seguro
Carregando Ambiente Seguro